logo

Associação dos Municípios das Rodovias Transamazônica, Santarém-Cuiabá e Região Oeste do Pará

UNICEF E PARCEIROS LANÇAM CURSO QUE AJUDA A ENFRENTAR A EXCLUSÃO ESCOLAR

24 de outubro de 2019

Busca Ativa Escolar na Prática atende à demanda de formação de gestores municipais, colaborando para a identificação e (re)matrícula de meninas e meninos

Qualificar o trabalho de gestores e de técnicos municipais visando à garantia dos direitos de crianças e adolescentes. Esse é o objetivo do curso a distância Busca Ativa Escolar na Prática, que foi lançado no dia 23 de outubro, às 16 horas, por meio de uma transmissão ao vivo no canal do YouTube do UNICEF Brasil canal do YouTube do UNICEF Brasil

O curso contribui para a implementação da estratégia Busca Ativa Escolar, que tem como objetivo apoiar municípios e Estados no enfrentamento da exclusão escolar, fenômeno que ainda atinge, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PnadC/IBGE), cerca de 1,9 milhão de meninas e meninos brasileiros entre 4 e 17 anos.

O curso é dividido em módulos, de acordo com as funções desempenhadas por cada ator na Busca Ativa Escolar e aborda diversos temas importantes para qualificar o trabalho das equipes. Os módulos, que podem ser trilhados a qualquer tempo, contam com vídeos, animações, estudos de caso, cards e infográficos que ajudam a aprimorar os conhecimentos sobre a estratégia. O curso possui certificação e está aberto na plataforma Google Sala de Aula, podendo ser realizado por qualquer profissional que atue ou tenha interesse em atuar na Busca Ativa Escolar.

Durante a live, as pessoas terão a oportunidade de conhecer os módulos, as temáticas e as funcionalidades do curso. Além do UNICEF, participam do lançamento a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), a União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), a Cidade Escola Aprendiz e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), parceiros na Busca Ativa Escolar.

SOBRE A BUSCA ATIVA ESCOLAR

A Busca Ativa Escolar tem como principal objetivo enfrentar as causas da exclusão escolar. Para isso, UNICEF, Undime, Congemas e Conasems desenvolveram uma metodologia social e plataforma tecnológica gratuitas que colaboram com municípios e Estados na identificação de crianças e adolescentes fora da escola, compreendendo-se os motivos que os levaram à exclusão. Com isso, é possível à gestão pública definir os encaminhamentos mais adequados para o seu atendimento nos diversos serviços públicos e a realização da sua (re)matrícula.

Mais de 3 mil municípios e 15 Estados já aderiram à estratégia. De junho de 2017, quando foi lançada, a outubro de 2019, cerca de 43 mil alertas de meninas e meninos fora da escola foram aprovados, 34 mil casos estão em andamento 10 mil (re)matrículas foram realizadas. Conheça mais sobre a estratégia em: https://buscaativaescolar.org.br/

SITUAÇÃO DO BRASIL

Os dados de exclusão escolar (1,9 milhão, PnadC/IBGE) indicam o tamanho do desafio que o País ainda enfrenta para cumprir a legislação (emenda constitucional 59/2009), que estabelece a obrigatoriedade da oferta de ensino para todas as crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos.

Os fatores de exclusão escolar são diversos e ultrapassam os muros da escola. Entre eles, podemos citar trabalho infantil; gravidez na adolescência; falta de documentação; violências sexual, doméstica e nos territórios; falta de vagas, de transporte e de escola, e distorção idade-série. Esses fatores demonstram o quanto a exclusão escolar é multidimensional, exigindo o trabalho articulado de diversas políticas públicas, como educação, saúde, assistência social, planejamento, entre outras.

Por: UNICEF Brasil