logo

Associação dos Municípios das Rodovias Transamazônica, Santarém-Cuiabá e Região Oeste do Pará

Segup toma medidas para reforçar segurança no município de Porto de Moz

25 de Abril de 2018

Prefeito e vereadores do município de Porto de Moz, acompanhados de deputados estaduais, se reuniram na tarde desta terça-feira (24) com o secretário Luiz Fernandes, na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), em Belém. A pauta apresentada inclui medidas – algumas já implementadas pelo governo – para fortalecer a segurança no município.

Ampliação do policiamento, implantação de um quartel do Corpo de Bombeiros e mais viaturas estão entre as demandas. Alguns itens já estão em processo de implantação e foram anunciados aos presentes, que avaliaram positivamente os encaminhamentos.

“O secretário foi muito proativo, resolveu a questão da viatura, uma pendência do município, que agora contará com duas caminhonetes e duas motos, bem como o efetivo que irá aumentar com a formação dos novos policiais. Posso afirmar que na reunião foi atendida a maioria das demandas apresentadas”, informou o deputado estadual Júnior Hage.

“Nós trouxemos aqui sugestões do que pode ser feito para melhorar a segurança não apenas em Porto de Moz, mas em toda a região, e acreditamos que em curto e longo prazo elas sejam atendidas”, disse o vereador Alcibenis Pontes (conhecido por Pacu).

Prioridade – A reunião reafirmou o diálogo priorizado pela Secretaria com entidades ligadas à segurança pública, representantes de municípios e autoridades, a fim de construir coletivamente medidas para ampliar a segurança pública no Estado.

Segundo o secretário, ouvir a comunidade é fundamental para que o Estado conheça a realidade local e possa adequar as medidas, e assim obter melhores resultados. Ao final, Luiz Fernandes afirmou que, a partir do final deste mês, algumas solicitações para Porto de Moz já serão postas em prática.

“As viaturas, até o final deste mês, deverão ser entregues ao município, e o policiamento até o final de maio. Os demais pleitos serão analisados e, dentro das possibilidades, serão atendidos”, disse Luiz Fernandes.

Por Aline Saavedra em Agencia Pará