logo

Associação dos Municípios das Rodovias Transamazônica, Santarém-Cuiabá e Região Oeste do Pará

Gurupá

Região – Marajó
Aniversário: 11/11
Distância da capital:

População

População estimada [2021] 33.755 pessoas

População no último censo [2010] 29.062 pessoas 

Densidade demográfica [2010] 3,40 hab/km²

Gentílico: gurupaense

 

Prefeito Gestão 2021-2024

JOÃO DA CRUZ TEIXEIRA DE SOUZA -Joãozinho Batista

Prefeitura de Gurupá.

Endereço: Avenida São Benedito – S/Nº Centro CEP: 68.300-000

Site Prefeitura :https://gurupa.pa.gov.br/

Site Câmara municipal: https://camaragurupa.pa.gov.br/

História

  1. A HISTÓRIA DO MUNICÍPIO

O nome Gurupá, Segundo Theodoro Braga é de origem Indígena e significa “Porto de Canoas”, devido o nome Gurupá ter surgido na fundação do forte Santo Antônio. O território do município de Gurupá, primitivamente era habitado por índios, até que em épocas desconhecidas, os holandeses se estabeleceram nas terras da região e construíram feitorias e portos fortificados.

 

Com a chegada dos portugueses na região, travaram-se fortes batalhas terrestres e navais. Os holandeses foram vencidos o forte holandês destruído. No lugar os portugueses ergueram o “Forte Santo Antônio” em 1623, na aldeia da nação tupinambá, a margem direita do rio Amazonas, dando origem a cidade de Gurupá que na época era chamada de Ita. Do lugar, partiram as expedições portuguesas que expulsaram holandeses e ingleses da região, período de 1623-1647.

 

 

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Gurupá, em 1639. Elevado à categoria de vila com a denominação de Gurupá em 1639. Elevado à condição de cidade com a denominação de Gurupá, pela lei provincial nº 1209, de 11-11-1885. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede. Pelo decreto estadual nº 6, de 04-11-1930, adquiriu o extinto o município de Porto de Moz. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 2 distritos: Gurupá e Porto de Moz. Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 5 distritos: Gurupá, Carrazedo, Baquiá Preto, Taiassuí e Areias. Pelo decreto-lei estadual nº 2972, de 31-03-1938, são extintos os distritos de Carrazedo, Baquiá Preto, Taiassuí e Areias. Pelo decreto-lei estadual nº 3131, de 31-10-1938, é criado novamente o distrito de Carrazedo e anexado ao município de Gurupá. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 2 distritos: Gurupá e Carrazedo. Pelo decreto-lei estadual nº 4505, de 30-12-1943, o município de Gurupá adquiriu o distrito de Itatupã Ex-Sacramento, transferido do município de Mazagão, do território federal do Amapá. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 3 distritos: Gurupá, Carrazedo e Itatupã, assim permanecendo até os dias atuais.

Localização

O município de Gurupá está situado no estuário do Rio Amazonas, na chamada “Região das Ilhas”, no Estado do Pará. Conta com uma população estimada, segundo o IBGE de 33.755 habitantes (2020) dos quais 70% ainda residem no meio rural, dedicando-se principalmente a atividades como pesca artesanal, extrativismo e agricultura de subsistência. A rede hidrográfica é a principal via de comunicação do município com as regiões vizinhas, e também entre a cidade de Gurupá e as comunidades ribeirinhas. Esta rede é formada pelo próprio Rio Amazonas, seus canais e furos. A sede municipal localiza-se a cerca de 24 horas de barco de Belém – PA e a 12 horas de Macapá – AP. Cerca de 70% da área do município de Gurupá é considerada várzea, sendo, portanto, sujeita ao movimento sazonal e diário do nível das águas, situação comum em todo o estuário do Rio Amazonas. Uma parcela menor do território, cerca de 30% é considerada terra firme. A região de várzea é formada por um aglomerado de ilhas cuja vegetação original é a Floresta Amazônica (Floresta Ombrófila). O modo de vida e a sobrevivência da população ribeirinha estão intimamente ligados ao uso dos recursos florestais (exploração madeireira, extração do açaí em fruto e palmito, pupunha e óleos vegetais), caça e pesca, além da agricultura de subsistência, na qual destaca-se o cultivo da mandioca.

(Fonte: SETUR/PA, IBGE, Revista Regularização Fundiária e Manejo Florestal na Amazônia/IMAZON, pag. 14/15, abril de 2011).

Turismo

Principais patrimônios artísticos e históricos:

Forte de Santo Antônio de Gurupá: Localiza-se na ilha grande de Gurupá, na confluência do rio Xingu com o delta do rio Amazonas, sobre um rochedo em posição dominante daquele canal de navegação, no atual município de Gurupá, no Estado do Pará, no Brasil.

 

 

Igreja Matriz de Santo Antônio de Gurupá: Localiza-se na Avenida São Benedito. Construída em 1864 por ordem de D. Pedro II. O patrimônio pertence a Paróquia Santo Antonio – Diocese de Xingu. A matriz recebe anualmente inúmeros devotos de São Benedito, cuja festividade se realiza no período de 09 a 28 de dezembro.

 

 

Prefeitura Municipal de Gurupá: Localiza-se na Avenida São Benedito, sede do Executivo Municipal, constituída de dois andares, é um dos mais antigos patrimônios de toda a região do baixo Amazonas.

 

 

 

Símbolos Municipais: Criados através da Lei Municipal nº 352, de 06 de junho de 1969 na Administração do Prefeito Municipal José Vicente de Paula Barreto Melo.

 

Bandeira:

A bandeira de Gurupá foi, Projeto de autoria do Poder Executivo juntamente com os vereadores da época. As cores simbolizam céus e rios, nosso sol tropical e o Estado. As três simbolizam os três Distritos: Gurupá, Carrazedo e Itatupã.

 

Brasão:

Em estilo hispano-lusitano, tendo no alto o sol a irradiar raios sobre uma estrela de cor azul, em cada centro superior, inferior e dos flancos direito e esquerdo de seu todo, haverá uma flor de lis em vermelho, lembrando as cores do Estado, ao centro do florão, dividido em duas partes, na direita uma Fortaleza recordando o marco inicial da cidade e os feitos heroicos de nossos antepassados. À esquerda, uma árvore de seringueira em corte, baseado no extrativismo do látex e da madeira, sobre fundo verde simbolizando nossas florestas. A fortaleza estará sobre fundo azul, lembrando nossos céus, rios. Uma faixa branca com a inscrição Gurupá – Pará – 1623 definirá o município, o Estado a que pertence e a data de sua fundação.

 

 

  1. TELEFONES ÚTEIS

Prefeitura Municipal de Gurupá: Avenida São Benedito, Centro – Fone: (91) 3692-1421

CRAS – Centro de Referência de Assistência Social – (91) 98470-9667

CREAS – Centro Especializado de Assistência Social – Fone: (91) 98955-8299

Delegacia de Polícia Civil: (91) 3692-1544

Fórum da Comarca de Gurupá: Avenida São Benedito, Centro – Fone: (91) 3692-1439

Ministério Público Estadual: Avenida São Benedito, Centro – Fone: (91) 3692-1515

Cartório de Registro Civil: Trav. São Sebastião, Centro – Fone: (91) 3692-1112

Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente

Rádio Comunitária Educadora, 87, 9 FM: Whatsapp (91) 98086-8226

 

fonte: IBGE