logo

Associação dos Municípios das Rodovias Transamazônica, Santarém-Cuiabá e Região Oeste do Pará

ESTADO AVANÇA NA IMPLEMENTAÇÃO DA BNCC DO ENSINO FUNDAMENTAL

5 de março de 2018

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime/PA) promovem, neste dia seis, o  “Dia D da BNCC”, dando  início à discussão sobre a estrutura e as competências da Base Nacional Curricular comum no Estado do Pará. Essa atividade faz parte do calendário nacional de implementação do novo currículo escolar do Ensino Fundamental, considerando a aprovação da BNCC homologada no dia 20 de dezembro do ano passado, e que será aplicada  a partir do ano letivo de 2019.

O calendário preconiza atividades estaduais e municipais que começam nesta terça-feira, (6), com o evento chamado de “Dia D da BNCC”, congregando gestores das unidades da Seduc, diretores de escolas, técnicos e professores – inclusive das redes  municipais e privadas.

A BNCC  é uma referência para a construção e adaptação dos currículos de todas as redes de ensino do país, que terão autonomia para elaborar, por meio do currículo,metodologias de ensino , abordagens pedagógicas e avaliações, incluindo elementos da diversidade local e apontando como os tremas e as disciplinas se relacionam.

Envolvendo todos os atores da Educação

Para melhor compreender esse novo contexto que o Ensino Fundamental terá no país, a secretária de Educação, Ana Claudia  Serruya Hage, explica que “no Pará, a Base  se transformará numa política de Estado, que vem sendo construída pela comunidade escolar de maneira colaborativa desde 2015. Nosso objetivo, agora, é envolver os atores educacionais  de todas as redes (públicas e privada)  para que o Estado tenha um só currículo, respeitadas as peculiaridades regionais, locais, que implicam trabalhar diversidades culturais”.

A Diretora de Ensino Infantil e Fundamental da Seduc, Marizete Martins das Silva, acrescenta que “a Base dá o rumo que os currículos das escolas de todo o país devem adotar, e mostra onde a educação nacional deve  chegar, enquanto os currículos traçam os caminhos que as escolas devem seguir. E isso dá concretude à determinação de que os alunos têm o direito de aprender com qualidade e equidade”.

Programação tem palestras e vídeo

O evento do dia seis  tem o apoio da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime/PA). Acontecerá na Escola  Anísio Teixeira. Começará às oito horas e terminará ao meio dia. Com transmissão  por meio de videoconferência para as Unidades Regional da Seduc no interior, a programação incluirá  o vídeo  “Estrutura da BNCC” e três palestras: “A BNCC e a nossa Rede/Escola”; “Que cidadãos queremos formar na escola”; “As 10 competências no contexto da escola” e “Como compartilhar informações sobre a BNCC? O       que aprendemos? O que eu sabia antes… e o que sei agora…”.

Veja a programação detalhada neste link: http://www.seduc.pa.gov.br/site/public/upload/arquivo/portal_seduc/programacao-0c566.pdf

O  “Dia D” dá início a um roteiro longo e detalhado de trabalho – quatro ações que todas as escolas precisam executar ao longo do ano e que inclui: revisão curricular das redes de dos Programas  Políticos Pedagógicos (PPPs ) das  escolas; formação continuada de professores; alinhamento dos materiais didáticos e das matrizes de avaliação de desempenho.

Comitê de governança

Nesta sexta-feira (2), uma equipe de gestores da Seduc no interior e capital, vinculados à Secretaria Adjunta da Seduc (Saen),  reuniu-se em Belém para detalhar a programação do “Dia D”. As atividades de implementação da Base, iniciadas no ano passado, implica ampla integração da Seduc e a UNDIME com os municípios paraenses. No dia 22 de fevereiro, uma portaria da Seduc instituiu um órgão de governança da Base no Pará,  composta pela Comissão Estadual e pelo Comitê Executivo de Implementação da BNCC no Estado, integrado pela secretária Ana Claudia Hage e representantes do Conselho Estadual de Educação, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime); União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme); Fórum Estadual de Educação; Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra); União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes); Universidade Federal do Pará (Ufpa) e Ministério Público do Estado do Pará.

PORTAL DA BASE – http://www.basenacionalcomum.mec.gov.br/

Por Nélio Palheta, Ascom Seduc