logo

Associação dos Municípios das Rodovias Transamazônica, Santarém-Cuiabá e Região Oeste do Pará

ENTES FEDERATIVOS PODEM ADERIR AO PROGRAMA DAS ESCOLAS CÍVICO-MILITARES – PECIM ATÉ A PRÓXIMA QUINTA (15)

9 de dezembro de 2021

Os entes interessados devem encaminhar a solicitação por e-mail para o MEC

O prazo de adesão dos municípios ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim), em 2021, terminará na próxima quinta-feira (15). O Programa é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) em parceria com o Ministério da Defesa (MD), que apresenta um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa, contando com a participação do corpo docente da escola e do apoio de militares.

Em razão da alta procura, o MEC anunciou 89 novas vagas para 2022, antecipando a meta prevista de 216 escolas até 2023, durante solenidade no Palácio do Planalto, em novembro. A Portaria nº 925, de 24 de novembro de 2021, publicada no Diário Oficial da União (DOU) que regulamenta e estabelece as normas para a execução – do Pecim em 2022, visa à implantação do modelo de Escolas Cívico-Militares (Ecim) nos estados, municípios e no Distrito Federal.

As primeiras 53 Ecim foram implantadas em 2020. Em 2021, até o momento, 125 escolas já adotaram o modelo de gestão do MEC na área educacional.

Adesão

Para aderir ao Programa, os entes federativos interessados deverão encaminhar a solicitação para o e-mailpecim@mec.gov.br, até a próxima quinta-feira, 15, de dezembro.

Sobre o Pecim

O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim) foi lançado em setembro de 2019 e é uma parceria entre o MEC e o MD, com a proposta de melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas, a partir da implantação do modelo MEC de Escolas Cívico-Militares. Esse modelo é centrado na melhoria de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa, sendo baseado no padrão de alto nível dos Colégios Militares do Exército, das Polícias Militares e do Corpo de Bombeiros Militares.

Assessoria de Comunicação Social do MEC